Descubra as Diferenças Entre Café Arábica e Café Robusta: Qual é o Melhor para Você?

Descubra as Diferenças Entre Café Arábica e Café Robusta: Qual é o Melhor para Você?

Certamente você já percebeu que alguns cafés destacam o uso de café 100% arábica em suas embalagens. Mas o que isso realmente significa?

 

Atualmente, existem mais de 100 espécies de café, porém as duas principais são o Arábica e o Robusta (também conhecido como Conilon).

 

O café arábica é considerado o melhor do mercado atualmente. Ele é cultivado em regiões com altitude superior a 800 metros e com um clima propício para seu desenvolvimento. Suas características equilibram perfeitamente acidez e doçura, tornando-o o favorito dos amantes de café.

 

Outro ponto que comprova sua qualidade é que os cafés gourmet e especiais devem obrigatoriamente ser feitos com café arábica, o qual corresponde a cerca de 60% da produção mundial.

 

E quanto ao café robusta?

 

O café robusta é conhecido por ter um sabor amargo e intenso. Ele pode ser cultivado em regiões de baixa altitude e possui um custo de produção menor se comparado ao arábica. Por esse motivo, ele é mais amplamente utilizado e, às vezes, misturado com grãos arábica.

 

Quais são as principais diferenças entre eles?

 

1- A diferença principal é o sabor. O café robusta tem um sabor que lembra algo “queimado”, mais amargo e intenso. Já o café arábica possui um equilíbrio perfeito e um sabor mais agradável.

 

2- Uma das razões pelas quais o café robusta não apresenta um sabor tão bom é que ele contém mais cafeína do que o arábica. Embora isso possa parecer positivo, a cafeína possui um sabor amargo e pode deixar a bebida desequilibrada. O café robusta possui um teor de cafeína de 2,7%, quase o dobro dos 1,5% do café arábica.

 

3- Outro fator é a quantidade de lipídios e açúcar. O café arábica contém quase 60% mais lipídios e quase o dobro da concentração de açúcar em comparação ao café robusta. Essa diferença também tem um grande impacto no motivo pelo qual preferimos o sabor do café arábica.

 

4- Em termos de preço, o café robusta custa cerca da metade do preço do café arábica no mercado de commodities. Isso se deve ao fato de que o cultivo do café robusta é mais fácil, possui maior rendimento e é menos suscetível a insetos. A cafeína extra presente no café robusta atua como uma defesa química da semente, sendo tóxica para os insetos. Todos esses fatores contribuem para aumentar a oferta e reduzir os custos de produção desse tipo de café. Com um preço mais atrativo, muitos torrefadores adicionam café robusta às suas misturas na tentativa de reduzir custos e aumentar os lucros.

 

5- Outro aspecto é o cultivo. O café arábica precisa ser cultivado em regiões com altitude acima de 800 metros, devido ao clima específico necessário. Por outro lado, o café robusta não requer um clima tão ameno e pode ser plantado em locais com climas variados.

 

6- Em relação à forma dos grãos, o café robusta possui uma forma mais circular, enquanto o café arábica é mais ovalado.

 

7- A altura das plantas também difere, com o café arábica geralmente crescendo entre 2,5 e 4,5 metros, enquanto o café robusta pode atingir de 4,5 a 6 metros de altura.

 

8- Em termos de cultivo, aproximadamente 75% da produção mundial de café é arábica, enquanto cerca de 25% é robusta. O Brasil é o principal produtor de café arábica, enquanto o Vietnã se destaca na produção de café robusta.

 

Se você estiver interessado em conhecer cafés 100% arábica, confira nossas seleções disponíveis no nosso site👇

https://cafemoraes.com.br/loja/

 

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Últimos Posts